Meu perfil Envie um e-mail ao Fofurinhas. Ficarei feliz em respondê-lo.
Meu link me Meu award para você
 







Ficarei muito feliz se você visitar meu outro blog também.

Denilze's world







Ficarei muito feliz se você visitar o blog do Ricardo também.









Fico sempre muito honrada quando alguma amiga me convida para ser madrinha de seu blog.
É com imensa alegria que apresento as minhas queridas afilhadas.
Clique aqui!







hora certa
calendário
midi player
The Lord's prayer



Acompanhe a letra da música:

THE LORD'S PRAYER

Our Father in heaven,
hallowed be Your name
Your kingdom come,
Your will be done
On Earth as it is in heaven
Give us today our daily bread
And forgive us our sins
as we forgive those
who sin against us
Lead us not into temptation
But deliver us from evil
For the kingdom,
the power and the glory are yours,
now and forever.
Amen.







O Fofurinhas está online há:



E já recebeu:
visitas.


Você já me visitou:
vezes!


No momento há:
fofurinhas online.







Esta sala foi construída para guardar os awards lindos que ganhei. Agradeço imensamente a todos aqueles que me ofereceram um. Confira os que já ganhei, clicando aqui.







Sala especialmente construída para guardar os mimos e presentes que já ganhei. Confira.







Quer rever os layouts que já usei no blog? Clique sobre "ano de" ou sobre "natal de" para visualizar.

ano de 2008
natal de 2008
ano de 2009
natal de 2009
ano de 2010
natal de 2010







CONTADOR DO UOL










 



COR DE PÊSSEGO

Oi, meus amores... Tudo bem com todos? Ando muito sumida daqui por conta das minhas 27 salas de aula que tenho esse ano... Sorry...

Mas hoje estou aqui por um motivo nobre: ajudar a divulgar o livro "COR DE PÊSSEGO - uma história de amor", de autoria da minha amiga Rosania A. Stival. O seu livro está à venda no site www.amazon.com.br

Sinopse:

Ele tinha um título de nascimento.

Propriedades.
Herói nacional.
Uma biblioteca preciosa.
Bonito como o diabo…

E ela só tinha dois vestidos! 

Não! 
Não... 
Apenas um vestido, aquele que trouxera no corpo quando viera da Normandia a seguir um sonho que nunca daria certo. 
O outro vestido, o castanho, aquele que usava durante o dia e fora adaptado para servir em seu corpo pequeno e delicado, era o vestido usado pela criadagem. 
E ele era o seu patrão."

 

#########################

Quer conhecer a autora?

 

          Sou brasileira, mas vivo desde 2004 em Portugal. Sou formada em Letras e em Pedagogia e atualmente continuo estudar Língua Portuguesa - como aluna de Mestrado. Sempre gostei de escrever, de vez em quando publicava uma coisa ou outra em periódicos de minha cidade, no Brasil. Em Portugal publiquei crônicas para a página AEIOU entre 2008 e 2009. Entretanto sempre fui mais o que podemos classificar como uma "escritora de gaveta".
          Sempre quis publicar mais seriamente algum trabalho, mas sempre esbarrava na questão das editoras; e a auto-publicação, com o risco de se ficar com caixas e caixas de livros paradas em casa, nunca me animou. Portanto, sempre foi um sonho adiado... Até o dia que me presentearam com um tablet e eu baixei vários textos e percebi o quanto pode ser divertida, também, a leitura através de ebooks. Pesquisei mais e vi a possibilidade de auto-publicar-me sem os efeitos dos "livros encalhados" que citei. Lancei mãos à obra e fui buscar meus textos na gaveta...
          O Cor de Pêssego era um conto de 16 páginas, escrito à lápis em 1997. Quando comecei a digitá-lo aconteceu algo inesperado: a necessidade de me posicionar melhor com relação aos fatos históricos e depois, conforme eu escrevia, as personagens pareceram criar vida própria numa perspectiva que até então eu não tinha experimentado. Tudo saiu e fluiu naturalmente, para, finalmente, vir à luz.
          Foram cinco meses comendo em frente ao computador, sem sábados, domingos, feriados, "dias santos", recusando passeios, toda a noite depois do jantar - já que tenho uma vida profissional também - até `as "tantas", "grudada", com o nariz em cima de variados textos e documentos históricos em português, francês, inglês, espanhol, pesquisando, escrevendo, reescrevendo, lendo e relendo e vivendo os dramas e as alegrias daquelas personagens que, ao meu entender, já que são "meus filhos", encantadoras. Descobri que escrever é um trabalho visceral, emotivo, que nos deixa exauridos... mas incrivelmente apaixonante.
         
Confesso que escrevi uma história que eu gostaria de ler e espero, sinceramente, que outras pessoas possam divertir-se com ela como eu me diverti.








 

 














Fiz esta salinha para você ficar informado a respeito das atualizações que faço para melhorar cada vez mais o Fofurinhas.Dê uma espiadinha.
Clique aqui.













Para aqueles que visitam e gostam do meu blog, fiz o Selinho de Visitas abaixo para ser colocado no seu.









Esta sala foi feita para guardar os presentes que ofereço a você.

Pegue seu presente aqui.







Esta sala foi feita para guardar os presentes que ofereço às minhas queridas afilhadas.

Meus amores,
peguem seus presentes aqui.








Quer saber quais são as páginas na web que visito? Então, clique aqui.







Fofuras.br: pelo layout e pela paciência comigo Phtobucket: por hospedar as imagens Uol: por hospedar o blog

GRsites: pelos botões Mepsite + Explorando e Aprendendo: pelo excelente tutorial







Esta sala foi feita para guardar os prêmios de destaque que ganho. Agradeço imensamente a todos aqueles que me oferecem um. Confira os que já ganhei. Entre.







Construi esta sala de visitas para acomodar as pessoas que passam por aqui e que deixam seus comentários. Você é sempre bem-vindo(a). Faça parte deste grupo. Entre.